Duda compara base e oposição: 'Do lado de lá você vê briga entre partidos, um atraindo o candidato do outro'

Foto de Evilásio Júnior

Evilásio Júnior

Blog do Vila

26 de fevereiro de 2024 às 06h01

 | 

Foto: Evilásio Júnior

Imagem de Duda compara base e oposição: 'Do lado de lá você vê briga entre partidos, um atraindo o candidato do outro'

Se dos 43 integrantes da Câmara Municipal de Salvador, hoje 33 são de partidos da base de apoio ao prefeito Bruno Reis (União Brasil), o vereador Duda Sanches acredita que o grupo vai crescer para 35 após a eleição de outubro.

No entendimento do correligionário do gestor, entre os motivos estão a capacidade de articulação com as legendas aliadas, a estratégia de pulverizar candidatos entre diversas siglas e, principalmente, uma suposta falta de unidade da oposição.

"Bruno é conhecido por fazer isso em todas as eleições, por ser um grande construtor de partidos. Então, por mais que cada partido tenha o seu presidente, muitos deles com força para ter total independência, ele chama todos para uma conversa e toma a frente da organização desses partidos, ainda que ele não seja membro. É o que não ocorre do outro lado. Aqui, do nosso lado, a gente vê vereadores participando de reuniões e escolhendo os seus partidos. Do lado de lá você vê uma briga entre partidos, um atraindo o candidato do outro. Por aqui você não vê porque tem sintonia. Aqui tem um interesse em comum de formar uma bancada coesa, uma bancada que vai continuar fortalecendo o trabalho do Executivo no município. Dependendo do candidato que vier do outro lado, acredito que essa eleição consolide ainda mais fortemente a grande liderança que Bruno exerce aqui na cidade", avaliou.

Outros pontos calculados pelo vereador como obstáculos no time adversário são a a mudança na legislação e a concorrência interna na Federação PT, PCdoB e PV.

"A tendência é que a gente tenha uma quantidade menor de partidos. Entendendo também que do nosso lado a única federação que existe é a do PSDB com o Cidadania, do lado de lá a gente tem uma importante federação que, não tenha dúvida, vai comprometer a quantidade de vereadores e isso vai possibilitar que tenhamos uma base maior. A tendência é que eles tenham uma quantidade menor de vereadores e, naturalmente, a gente possa expandir a nossa base aqui. Então, resumindo, devemos aumentar em mais dois vereadores, no mínimo, a nossa bancada de governo", palpitou Duda.

Durante o carnaval, o prefeito revelou que terá oito partidos em sua órbita, dos quais seis "grandes", e se for necessário buscará o nono ou até mesmo o décimo para abrigar os postulantes à CMS do seu arco.

Programas

Ver mais

Imagem de Salvador By Night

Salvador By Night

Marcelo Carvalho

Agora, às 00h00
Imagem de Amigos da Madrugada

Amigos da Madrugada

Depois, às 02h00
Imagem de Acorda Salvador

Acorda Salvador

Paulinho FP

Depois, às 04h00
Imagem de Bom Dia Salvador

Bom Dia Salvador

Jeffinho

Depois, às 07h00
Imagem de Bahia Notícias No Ar

Bahia Notícias No Ar

Rebeca Menezes e Maurício Leiro

Depois, às 12h00
Imagem de Tô na Salvador

Tô na Salvador

Ivis Macêdo

Depois, às 13h00
Imagem de Pipoco

Pipoco

Dinho Junior

Depois, às 16h00
Imagem de Pida! Music

Pida! Music

Léo Sampaio

Depois, às 18h00
Imagem de Fora do Plenário

Fora do Plenário

Juliana Nobre e Diego Vieira

Depois, às 19h00
Imagem de A Voz do Brasil

A Voz do Brasil

Depois, às 20h00
Imagem de Sofrência, Samba e Modão

Sofrência, Samba e Modão

Jota P

Depois, às 21h00
Logo da Rádio Salvador FM

Rádio Salvador FM