Presidente da AL-BA diz que não cabe à Casa pedir prisão do deputado Binho Galinha

Foto de Osvaldo Barreto

Osvaldo Barreto

Política

17 de abril de 2024 às 19h34

 | 

Foto: Vagner Souza / Salvador FM

Imagem de Presidente da AL-BA diz que não cabe à Casa pedir prisão do deputado Binho Galinha

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) instalou, nesta quarta-feira (17), o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa. O colegiado foi instalado após cobranças do presidente da Casa, Adolfo Menezes (PSD), de posicionamento dos deputados. Entretanto, o chefe do Legislativo baiano defende que não cabe à Casa o papel de punição antecipada do deputado Binho Galinha (Patriota). 

"É bom que a gente deixe claro que o Conselho de Ética não tem poder para prender ninguém, caso interpretasse dessa forma. Até porque, pela legislação brasileira, o cidadão tem todo direito de defesa só na instância final. Caso seja condenado, aí sim, chega ao final do processo. O Conselho de Ética, ele é para ver o comportamento do deputado, o nome já está dizendo, Conselho de Ética. Porque às vezes muitas pessoas podem estar esperando, que é a Assembleia que vai decretar prisão. Caso fosse um entendimento. Não é isso. Vai avaliar o comportamento de um membro da Casa pelo que foi investigado pelos poderes legais", defendeu. 

Adolfo avaliou que, por ser uma questão criminal, o caso envolvendo o deputado baiano se assemelha a situação do deputado federal Domingo Brazão, apontado por envolvimento na morte de Marielle Franco. 

"A gente está vendo em Brasília casos diferentes, todos eles são similares com o deputado federal, o Domingos  Brazão, que ele foi preso, mas pela Suprema Corte, não foi pelo Tribunal de Justiça e depois mandou para o Congresso Nacional que é quem tem, no caso da Assembleia também teria de analisar se manteria ou não a prisão casos diferentes. Que fique bem claro, só estou querendo fazer um paralelo para que a gente entenda então o Congresso Nacional decidiu que o deputado Brazão devia continuar preso até o final do processo e aí depois o Conselho de Ética da Câmra Federal vai analisar no final do processo", ponderou.

Operação da PF - O deputado Binho Galinha é apontado pela Operação El Patrón como líder de uma organização criminosa especializada na lavagem de capitais de atividades ilícitas como jogo do bicho, agiotagem, extorsão e receptação qualificada. Os suspeitos teriam envolvimento também com milicianos.

Programas

Ver mais

Imagem de Acorda Salvador

Acorda Salvador

Paulinho FP

Agora, às 04h00
Imagem de Bom Dia Salvador

Bom Dia Salvador

Jeffinho

Depois, às 07h00
Imagem de Bahia Notícias No Ar

Bahia Notícias No Ar

Rebeca Menezes e Maurício Leiro

Depois, às 12h00
Imagem de Tô na Salvador

Tô na Salvador

Ivis Macêdo

Depois, às 13h00
Imagem de Pipoco

Pipoco

Dinho Junior

Depois, às 16h00
Imagem de Pida! Music

Pida! Music

Léo Sampaio

Depois, às 18h00
Imagem de Fora do Plenário

Fora do Plenário

Daniela Prata e Evilásio Junior

Depois, às 19h00
Imagem de A Voz do Brasil

A Voz do Brasil

Depois, às 20h00
Imagem de Sofrência, Samba e Modão

Sofrência, Samba e Modão

Jota P

Depois, às 21h00
Logo da Rádio Salvador FM

Rádio Salvador FM