Prazo para retirada de material apreendido no Carnaval termina em 19 de abril

Foto de Redação Salvador FM

Redação Salvador FM

Salvador

12 de abril de 2024 às 08h25

 | 

Foto: Reprodução | Lucas Moura | Secom PMS

Imagem de Prazo para retirada de material apreendido no Carnaval termina em 19 de abril

Termina no dia 19 de abril o prazo para que ambulantes cujas mercadorias foram apreendidas por irregularidades durante o Carnaval possam retirar o material na sede da Guarda Civil Municipal (GCM), na Avenida San Martin. O procedimento deve ser realizado entre segunda e sexta-feira, das 8h às 16h, no Setor de Guarda de Bens (Segub), vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop).

O diretor-geral de Serviços Públicos da Semop, Alysson Carvalho, destaca a importância do cumprimento do prazo. “Recolhemos, higienizamos e guardamos tudo o que retiramos dos circuitos da festa. Todo material está na sede, pronto para ser devolvido. É importante que os ambulantes respeitem o período para devolução”, assinala.

Segundo o diretor, após o prazo serão descartados alguns produtos, a exemplo das bebidas alcoólicas, e outras mercadorias serão doadas para Instituições sem fins lucrativos, como os materiais não-perecíveis e não-alcoólicos.

“Tudo que recolhemos estava em desacordo com a legislação ou até mesmo trazia riscos à saúde ou integridade física dos foliões”, explica Alysson. Entre os itens apreendidos, estão botijões de gás, carros, pranchas, bebidas de marcas não autorizadas e vasilhames de vidro. “Nada disso é permitido em nenhuma festa popular”, reforça o diretor.

Além de objetos perfurocortantes, também foram recolhidos materiais que não condizem com as marcas patrocinadoras do Carnaval 2024. Para ter o material de volta, é necessário o pagamento da multa emitida durante o ato de infração, em valor compatível com a gravidade da irregularidade.

Itens apreendidos – Durante o Carnaval, foram registradas 9.672 apreensões, com destaque para 10 kg de carne apreendidos em um sanitário químico localizado no Circuito Dodô (Barra-Ondina), além de 2.240 itens considerados perigosos, a exemplo de objetos perfurocortantes como espetinhos de churrasco, garrafas e objetos de vidro, facas e facões.

As equipes da Semop realizaram o trabalho educativo com 4.152 abordagens e orientações aos ambulantes. As ações não se limitam ao Carnaval e são realizadas ao longo de todo o ano.

Programas

Ver mais

Imagem de Acorda Salvador

Acorda Salvador

Paulinho FP

Agora, às 04h00
Imagem de Bom Dia Salvador

Bom Dia Salvador

Jeffinho

Depois, às 07h00
Imagem de Bahia Notícias No Ar

Bahia Notícias No Ar

Rebeca Menezes e Maurício Leiro

Depois, às 12h00
Imagem de Tô na Salvador

Tô na Salvador

Ivis Macêdo

Depois, às 13h00
Imagem de Pipoco

Pipoco

Dinho Junior

Depois, às 16h00
Imagem de Pida! Music

Pida! Music

Léo Sampaio

Depois, às 18h00
Imagem de Fora do Plenário

Fora do Plenário

Daniela Prata e Evilásio Junior

Depois, às 19h00
Imagem de A Voz do Brasil

A Voz do Brasil

Depois, às 20h00
Imagem de Sofrência, Samba e Modão

Sofrência, Samba e Modão

Jota P

Depois, às 21h00
Logo da Rádio Salvador FM

Rádio Salvador FM