Sinjorba se pronuncia sobre caso da jornalista Samara Figueiredo, que foi hostilizada no Barradão

Foto de Redação Salvador FM

Redação Salvador FM

Esporte

02 de abril de 2024 às 15h21

 | 

Foto: Instagram / @figueiredosaam

Imagem de Sinjorba se pronuncia sobre caso da jornalista Samara Figueiredo, que foi hostilizada no Barradão

A jornalista da Rede Bahia, Samara Figueiredo, foi vítima de agressões enquanto cobria o Ba-Vi do último domingo (31), no Barradão, válido pelo jogo de ida da final do Campeonato Baiano. Nesta terça-feira (2), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sinjorba) se posicionou sobre o caso e cobrou apuração do Vitória.

Samara estava em uma das cabines de imprensa do estádio, quando torcedores do Vitória tentaram quebrar o vidro de proteção para tirar o produtor de conteúdo da ECB TV, Antônio Neto. Durante esta movimentação, a jornalista da Rede Bahia foi hostilizada verbalmente e com gestos obscenos.

Os agressores chegaram a arremessar um copo de cerveja na jornalista e falaram que ela não deveria estar no estádio por conta de “não ser lugar de mulher”, e que ela deveria estar “dormindo com alguém” para chegar onde chegou. A Polícia Militar teve que intervir na situação absurda e direcionar as vítimas, em segurança,  para outro local.

Com a sensação de insegurança, Samara relatou a situação: “Fiquei bem insegura de sair das cabines, fomos muito ameaçados. Eles gritavam a todo momento que uma hora eu ia ter que sair e que iriam me pegar”.

Em nota, o Sinjorba se solidarizou com a profissional: “além de se solidarizar com a jornalista, que estava em seu exercício profissional, a Comissão de Mulheres do Sinjorba lamenta que tal violência ainda aconteça nos tempos atuais, em um ambiente que deveria ser seguro e democrático, com respeito à diversidade e à pluralidade”.

“A Comissão solicita também que o Esporte Clube Vitória apure o ocorrido e adote medidas para que cenas lamentáveis como essa não voltem a acontecer. O Sinjorba ainda solicita à Rede Bahia o acompanhamento do caso e garanta que seus profissionais possam trabalhar com segurança, inclusive incentivando a denúncia aos órgãos competentes para que os culpados sejam punidos. Bom frisar, um dos pontos da Campanha Salarial Nacional dos Jornalistas em 2024 é exatamente a instituição, pelas empresas, de Protocolo de Segurança para o trabalho Jornalistas”, cobra o Sinjorba.

 

 

Programas

Ver mais

Imagem de Salvador By Night

Salvador By Night

Marcelo Carvalho

Agora, às 00h00
Imagem de Amigos da Madrugada

Amigos da Madrugada

Depois, às 02h00
Imagem de Acorda Salvador

Acorda Salvador

Paulinho FP

Depois, às 04h00
Imagem de Bom Dia Salvador

Bom Dia Salvador

Jeffinho

Depois, às 07h00
Imagem de Bahia Notícias No Ar

Bahia Notícias No Ar

Rebeca Menezes e Maurício Leiro

Depois, às 12h00
Imagem de Tô na Salvador

Tô na Salvador

Ivis Macêdo

Depois, às 13h00
Imagem de Pipoco

Pipoco

Dinho Junior

Depois, às 16h00
Imagem de Pida! Music

Pida! Music

Léo Sampaio

Depois, às 18h00
Imagem de Fora do Plenário

Fora do Plenário

Juliana Nobre e Diego Vieira

Depois, às 19h00
Imagem de A Voz do Brasil

A Voz do Brasil

Depois, às 20h00
Imagem de Sofrência, Samba e Modão

Sofrência, Samba e Modão

Jota P

Depois, às 21h00
Logo da Rádio Salvador FM

Rádio Salvador FM