Casos de dengue aumentam 35,7% na Bahia; infectologista recomenda vacinação para evitar gravidade

Foto de Redação Salvador FM

Redação Salvador FM

Bahia

16 de novembro de 2023 às 18h31

 | 

Foto: Divulgação

Imagem de Casos de dengue aumentam 35,7% na Bahia; infectologista recomenda vacinação para evitar gravidade

A Bahia registrou, até o último dia 4 de novembro, 46.234 casos prováveis de dengue no estado, o que representa um incremento de 35,7%, se comparado com o mesmo período de 2022, quando foram notificadas 34.063 ocorrências. As informações são da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Diante deste cenário e do Dia Nacional de Combate ao mosquito Aedes aegypti, celebrado neste domingo (19), o infectologista e consultor técnico do Sabin Diagnóstico e Saúde, Claudilson Bastos, recomenda a adoção de algumas medidas importantes, como a vacinação, que ajuda a prevenir o agravamento nos casos da doença, que já matou 17 pessoas este ano na Bahia.  

Disponível no Brasil desde junho deste ano, a vacina Qdenga, do laboratório japonês Takeda, foi a primeira autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação tanto em pessoas que nunca tiveram dengue como em quem já teve a doença. O imunizante está disponível na rede privada. “A vacina é muito eficiente e segura e ajuda a prevenir mais de 80% dos casos gerais de dengue e reduz em 90% as hospitalizações”, destaca Bastos, acrescentando que a Qdenda protege contra os quatro tipos do vírus (DENV1, DENV2, DENV3 e DENV4), sendo que as dos tipos 1, 2 e 4 são as mais comuns no Brasil.  

O infectologista ainda alerta para outras medidas mais cotidianas que podem ser adotadas pela população e que auxilia no combate ao Aedes aegypti, que é responsável por transmitir outros dois arbovírus: zika e chikungunya. “Com as chuvas e estações mais quentes, como a primavera e verão, aumentam o risco de proliferação do mosquito por conta de água parada, que é o cenário ideal para a reprodução deste inseto. Por isso, livre-se de objetos que acumulam água parada, como latas, potes e pneus, assim como armazenar garrafas da forma correta, com a boca para baixo, e evitar a contaminação de calhas, deixando-as desobstruídas e livres de folhas e galhos, e de caixas-d'água, cobrindo-as adequadamente”, orienta.   

Exame unificado   

O diagnóstico da doença pode ser feito por meio de diferentes exames. Conforme explica o médico, o teste rápido para antígeno dengue (NS1, anticorpos IgG e IgM) tem resultado em até um dia útil. Já a detecção e tipagem do vírus da dengue por PCR tem resultado em até sete dias úteis. O Sabin Diagnóstico e Saúde oferece ainda o PCR combo, que detecta três vírus – dengue, zika e chikungunya – com resultado em dois dias úteis. 

De acordo com o especialista, dentre os exames disponíveis para detecção da doença, o PCR combo oferece o diagnóstico mais amplo. “Ao usar a técnica molecular de RT-PCR quantitativo, o teste tem a vantagem de identificar nos primeiros dias da doença, qual dos três vírus acomete o paciente, sem a necessidade de pedir ou fazer reações em separado para cada uma; ou seja, com uma única amostra é possível pesquisar os três vírus”, destaca.  

Para fazer o exame, é coletado o sangue do paciente, com o resultado sendo entregue entre três e quatro dias. Segundo a coordenadora do Núcleo Técnico Operacional do Sabin, Híbera Brandão, antes, os pacientes precisam fazer exame específico para cada vírus, o que acontecia após 10 dias das primeiras manifestações.  “A tecnologia que usamos neste teste unificado proporciona mais rapidez e eficiência, porque apresenta mais sensibilidade e especificidade, auxiliando o médico a orientar o paciente já no início das manifestações, o que pode evitar complicações”, pontua.

Programas

Ver mais

Imagem de Acorda Salvador

Acorda Salvador

Paulinho FP

Agora, às 04h00
Imagem de Bom Dia Salvador

Bom Dia Salvador

Jeffinho

Depois, às 07h00
Imagem de Bahia Notícias No Ar

Bahia Notícias No Ar

Rebeca Menezes e Maurício Leiro

Depois, às 12h00
Imagem de Tô na Salvador

Tô na Salvador

Ivis Macêdo

Depois, às 13h00
Imagem de Pipoco

Pipoco

Dinho Junior

Depois, às 16h00
Imagem de Pida! Music

Pida! Music

Léo Sampaio

Depois, às 18h00
Imagem de Fora do Plenário

Fora do Plenário

Daniela Prata e Evilásio Junior

Depois, às 19h00
Imagem de A Voz do Brasil

A Voz do Brasil

Depois, às 20h00
Imagem de Sofrência, Samba e Modão

Sofrência, Samba e Modão

Jota P

Depois, às 21h00
Logo da Rádio Salvador FM

Rádio Salvador FM