"Não ficou feliz com minha ascensão", afirma João Roma sobre ACM Neto

Foto de Luiz Felipe Fernandez

Luiz Felipe Fernandez

Eleições 2022

16 de maio às 08h56

 | 

Foto: Vagner Souza/Salvador FM

Imagem de "Não ficou feliz com minha ascensão", afirma João Roma sobre ACM Neto

Ex-secretário municipal, o ex-ministro João Roma (PL) se pronunciou sobre a relação com o antigo aliado e provável adversário na briga pelo Governo da Bahia, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB).

Rompidos desde que Roma aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro (PL) para comandar o Ministério da Cidadania, o deputado acredita que Neto não ficou contente em ver o então amigo crescer na vida política.

"Não sei o que moveu ele, pois coração de homem é terra que ninguém anda. Mas fica muito claro que, apesar de eu ter me dedicado 20 anos por ACM Neto, ele não ficou feliz com miha ascensão na política", lamentou Roma em entrevista ao Ligação Direta, da rádio Salvador FM, lembrando que o ex-prefeito marcou a sua posição contra o atual governo.

"Claramente ele se posiciou contrário a Bolsonaro, dizendo que não estaria do lado dele de jeito nenhum", recordou.

Na semana passada, Roma acusou Neto de estar "em cima do muro" ao evitar se alinhar a algum candidato à presidência. No entanto, o ex-ministro afirma que o pré-candidato pelo União Brasil se aproveita das realizações do governo, enquanto evita criticar publicamente o ex-presidente Lula.

"ACM Neto não sabe é a carne ou o peixe, de um lado fica se aproveitando das obras de Bolsonaro, se utilizando das estruturas do Governo Federal. Por outro, diz que o projeto do ex-presidente Lula não é antagônico a ele", analisa.

"Fica querendo cooptar votos sem expressar o seu posicionamento. É uma 'antivirtude', 'antiliderança'. Cabem aos líderes mostrarem os caminhos e descaminhos, quem tá do lado do PT não está acompanhando João Roma", completou.