Atirador que matou 10 pessoas nos EUA cita Brasil em manifesto

Foto de Redação Salvador FM

Redação Salvador FM

Mundo

16 de maio às 07h39

 | 

Foto: Reprodução/Twitter

Imagem de Atirador que matou 10 pessoas nos EUA cita Brasil em manifesto

Em um suposto manifesto assinado por Payton S. Gendron, 18, o autor do atentado que deixou ao menos 10 pessoas mortas em um supermercado na cidade de Buffalo, nos Estados Unidos, o criminoso faz uma crítica ao Brasil.

Em uma das 180 páginas do manuscrito, Gendron questiona o conceito de "diversidade" e diz que a "diversidade racial" no Brasil é a causadora dos problemas no país, com constantes conflitos. As informações são do Poder360.

“O Brasil, com toda sua diversidade racial, é completamente fragmentado como nação, onde pessoas não conseguem se dar bem, se separam e se segregam sempre que possível”, diz.

Já sobre os Estados Unidos, ele também lista como um dos países de grande diversidade e que por isso está a "um palmo" de se destruir.

Neste sábado (14), Payton Gendrn entrou armado no Top Friendly Market, em Buffalo (EUA) lozalicado em um bairro de população majoritariamente negra. Ele disparou contra as pessoas: dez foram mortas e três estão feridas.

De acordo com investigações das autoridades, o terrorista planejou ir ate a cidade e fez uma pesquisa demográfica com o objetivo de matar o maior número de "negros quanto possível".

O crime foi transmitido ao vivo pelo Twitch. Ele foi preso após se entregar à polícia.

Em pronunciamento, Joe Biden lamentou o atentado e pediu que a população norte-americana se una para lutar contra o "ódio que permanece como uma mancha" na alma do país.